A Psicoterapia é um espaço para a pessoa falar de si mesmo, podendo reavaliar e modificar sua maneira de pensar e agir. É um momento que favorece o crescimento pessoal e pode aperfeiçoar suas relações interpessoais, onde a pessoa é respeitada e protegida pelo sigilo profissional. Saiba mais.

Benefícios da Psicoterapia:

Desenvolver capacidade de tomar decisões, desenvolver uma comunicação assertiva, desenvolvimento pessoal, melhorar os relacionamentos interpessoais, aumentar a autoestima, melhorar a qualidade de vida, melhorar habilidades sociais em casa, no trabalho e na escola; ter autoconhecimento, superar de conflitos e traumas, entre outros. Saiba mais.

“Demorei para aceitar que tinha problemas com obesidade, na verdade sempre tive um peso proporcional, e após iniciar pílula anticoncepcional, duas gestações e depois de 8 anos de casada engordei 20 kg, o difícil era aceitar isso. Aceitar que meu organismo havia mudado e precisava de cuidados especiais. A Dra Claudia fez eu me enxergar, me aceitar, me ajudar, me sacudir e sair da minha zona de conforto. Me aceitar daquela maneira, sacudir a poeira e correr atrás dos meus objetivos. Me ajudou a colocar metas possíveis de alcançá-las. Hoje ainda em processo de emagrecimento, porque decidi que daquela maneira não era bom eu ficar, não apenas por questões de estética, mas também de saúde, levo a vida de maneira mais leve e feliz. A Dra Claudia me ajudou também a descobrir pontos fortes e fracos em mim, referentes a relacionamentos pessoais. Aprendi com ela a administrar melhor minhas relações familiares, no mercado de trabalho e com meus amigos. Só tenho a agradecer à Deus pelo privilégio e oportunidade de te lá conhecido e realizado terapia”.

 

A.C.S., 32 anos – Ansiedade e Emagrecimento.

 

“Levo a vida de maneira mais leve e feliz”

A terapia me ajudou muito, ela possibilita um autoconhecimento. Estava passando por momentos difíceis com amigos queridos enfrentando doenças graves e eu vivia o sofrimento deles. Aprendi a lidar com isso. A viver um dia de cada vez, não ficar prevendo o futuro e imaginando situações ruins que nem sei se irão acontecer.

 

R.G.P, 48 anos, Bióloga – Ansiedade.

 

“Estava passando por momentos difíceis”