Verdade ou Mito

Mitos e verdades sobre antidepressivos

Apesar da comprovada eficácia dos antidepressivos, existem preocupações e suposições erradas relativas a estes fármacos. Por esse motivo, o artigo de hoje, publicado pelo Hospital Profº Drº Fernando Fonseca irá esclarecer o que é mito e o que é verdade sobre os antidepressivos. Se você também tem dúvidas sobre esses remédios, confira abaixo os esclarecimentos:

Mitos e verdades associados aos antidepressivos

Antidepressivos causam dependência.
Mito. A medicação não causa dependência, mas não deve ser retirada de forma abrupta e só com orientação médica.

É perigoso beber álcool e tomar antidepressivos.
Verdade. Há um risco de comprometer a motricidade, os reflexos e a atenção.

Antidepressivos engordam.
Verdade. Alguns antidepressivos aumentam o apetite, o que pode facilitar o ganho de peso. Porto outro lado, alguns fármacos provocam o efeito contrário, ajudando a emagrecer ao diminuírem o apetite.
 
Existem antidepressivos naturais.
Verdade. Existem alguns estudos que indicam, por exemplo, que o hipericão, pode revelar-se uma boa ajuda para quem sofre de depressão pouco acentuada.

Quem amamenta pode tomar antidepressivos.
Verdade. Existem alguns antidepressivos cujos estudos mostram que são seguros para a mãe e para o bebé.

Os antidepressivos não fazem efeito se tomados menos de seis meses seguidos.
Verdade. Mesmo num primeiro e único episódio depressivo, a medicação deve ser tomada, pelo menos, durante um período que vai de quatro a seis meses. Num período menor o risco de recaída é mais elevado.

Os antidepressivos baixam a tensão arterial.
Verdade. Alguns antidepressivos podem causar uma brusca baixa de tensão e tonturas quando a pessoa se levanta ou fica em pé. Este efeito é chamado de hipotensão postural ou ortostática, ocorrendo maioritariamente com o consumo dos chamados antidepressivos tricíclicos, eficazes para aliviar a depressão mental e ansiedade.

Os antidepressivos afetam a líbido.
Verdade. Alguns antidepressivos podem diminuir o desejo sexual. Na prática, e na maioria das vezes, há uma perda da libido pelo próprio processo depressivo, que é confundido com o efeito colateral.

Os antidepressivos podem interferir no ciclo menstrual da mulher.
Verdade. Alguns antidepressivos podem afetar o ciclo menstrual.

Os antidepressivos causam sonolência.
Verdade. Existem antidepressivos com um elevado nível sedativo, sendo, por isso, utilizados nos casos de insônia.

Os antidepressivos danificam o cérebro.
Mito. Pessoas que sofrem de sintomas depressivos sem qualquer tratamento durante muito tempo podem apresentar alterações cerebrais. Algum dano cerebral que possa ocorrer é uma possível consequência das depressões e não um efeito secundário dos medicamentos.

Os antidepressivos curam a depressão.
Mito. Assim como no caso de diabetes, tensão arterial alta e outras doenças crônicas, a depressão não tem cura. Os medicamentos apenas controlam a psicopatologia. Ou seja, ajudam a diminuir os sintomas.

Os antidepressivos alteram a personalidade.
Mito. Um antidepressivo é incapaz de alterar a personalidade da pessoa. Simplesmente atenua os sintomas da depressão e dá mais ânimo ao doente.
As pessoas que sofrem de depressão severa, podem ter sofrido alterações das ramificações dos neurônios, o que as pode deixar mais apáticas.

Os antidepressivos têm efeitos colaterais diferentes.
Verdade. Este é um dos critérios fundamentais para a escolha da medicação. Por exemplo, para alguns, o efeito sedativo pode ser benéfico, enquanto para outros seria um efeito indesejável.

Embora exista muita informação disponível relativamente a este assunto, o ideal será sempre consultar um médico especialista para avaliar caso a caso.

FONTE: Hospital Profº Drº Fernando Fonseca

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s