Baixa autoestima: O que você precisa saber

Quando uma pessoa está com a autoestima baixa ela apresenta vários sinais que causam a ela desconforto, como: inadequação, pensamentos negativos e dificuldades nos relacionamentos.

A Baixa autoestima não é uma doença, mas pode levar ao desenvolvimento de vários problemas emocionais, além de estar presente em vários deles em forma de sintoma como a:

  • Depressão;
  • Ansiedade;
  • Fobia social;
  • Dependência Química;
  • Problemas  nos relacionamentos;
  • Disfunções sexuais;
  • Suícidio;
  • Obesidade;
  • Transtornos alimentares;
  • Bullyng;
  • Transtornos de aprendizagens ou dificuldades em aprender.

Características da pessoa com Baixa autoestima

peccato

  • A pessoa se sente inadequada consigo mesma, com os outros e com a vida;
  • Pensamentos e sentimentos negativos em relação a si mesma;
  • Sentimentos de incapacidade;
  • Insegurança;
  • Preocupações com o que as outras pessoas podem pensar ao seu respeito;
  • Dificuldade para tomar decisões;
  • Dificuldades em receber elogios, por não acreditar em si mesma;
  • Dificuldades em lidar com críticas;
  • Dificuldade nos relacionamentos interpessoais e amorosos;
  • Comparação com outras pessoas;
  • Falta de confiança em si mesma;
  • Sentimentos de não ser merecedora ou de não ter valor;
  • Critica-se frequentemente.

Causas da Baixa Autoestima

baixa-autoestima-capa-e-dentro-830x450

A baixa autoestima é causada por vários fatores, podendo ter início na infância ou adolescência ou mesmo surgir mediante situações na idade adulta. Porém é justamente na infância que a criança forma a percepção de si mesma através de pessoas significativas como os pais, cuidadores e posteriormente de professores e amigos.

Se a visão que ela (a criança) acredita que os outros tem dela, for negativa incluindo experiências pouco favoráveis, provavelmente ela poderá crescer com baixa autoestima e levar isso até a idade adulta.

Abaixo segue uma lista de experiências negativas que podem acasionar o problema:

  • Críticas frequentes na infância;
  • Violência física e/ou verbal;
  • Falta de carinho;
  • Falta de afeto e atenção;
  • Falta de elogios e reconhecimento por suas habilidades;
  • Castigos frequentes;
  • Negligência;
  • Rejeição pelos pais ou cuidadores;
  • Comparação frequente com outras crianças;
  • Bullyng;
  • Preconceitos;
  • Abandono;
  • Abuso sexual.

As experiências negativas na infância e na adolescência podem ter um efeito duradouro e chegar até a idade adulta resultando em Baixa autoestima, além disso, podem favorecer o desenvolvimento de psicopatologias já citadas acima. Assista esse vídeo abaixo que exemplifica bem esse assunto:

OBS: *clique no play e altere a legenda para português no botão cc. 

O que fazer para melhorar a autoestima?

Vantage-Points

Para melhorar a autoestima é sempre indicado buscar autoconhecimento que pode ser feito através da psicoterapia. Durante esse processo  você poderá se autoconhecer e aprender formas de lidar com a baixa autoestima através de técnicas e exercícios terapêuticos.

Acesse também as dicas publicadas aqui no blog, pois elas poderão te ajudar nesse processo de mudança e autoconhecimento.

E pra finalizar gostaria de deixar essa mensagem:

Pensamentos negativos como: “Eu não sou boa o suficiente”, “Eu não consigo” entre outros pensamentos, só servem para diminuir a sua autoestima. Você não pode mudar o passado, nem como as pessoas te trataram, mas você pode mudar o momento presente e a maneira como você se trata.

Liberte-se das correntes! Se ame, se cuide, se valorize! Você merece e a sua autoestima também!

Até o próximo post,

Claudia Cruz,

Psicóloga/Terapeuta Cognitivo Comportamental

 

6 comentários em “Baixa autoestima: O que você precisa saber

Adicione o seu

  1. A cada dia eu procuro trabalhar aquilo que me faz sentir bem comigo mesma estou me valorizando mais, acreditando mais na minha capacidade, estou deixando para trás todas as coisas que eu vivi na minha infância e adolescência que contribuirão para que eu fosse uma pessoa infeliz é um trabalho contínuo comigo mesma mas que a cada dia estou vendo mudanças na minha maneira de agir e pensar e me relacionar com as pessoas. Está valendo a pena. Obrigada pelas dicas e orientações . Parabéns pelo seu trabalho acredito que da mesma forma que está me ajudando muitas pessoas tbm vão conseguir recuperar sua autoestima

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: